Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Menzine

Um blog de homens de barba rija, bigode ou sem pêlos. Por aqui, discute-se moda, tecnologia, automóveis, desporto e videojogos. Coisas de gajo...

Menzine

Um blog de homens de barba rija, bigode ou sem pêlos. Por aqui, discute-se moda, tecnologia, automóveis, desporto e videojogos. Coisas de gajo...

31 de Dezembro, 2020

Edição de fim de ano

Menzine Portugal

capa_jornal_i_30_12_2020.jpg

"Com a pandemia passamos a dar valor a objectos que estavam escondidos nas prateleiras dos supermercados ou nos hospitais (...)" "O rolo de papel higiénico foi o primeiro a ser notícia por faltar nos supermercados. Simbolicamente, oferecemos um adeus a um ano terrível." (in: jornal i;30 dezembro 2020).

E assim, se despede o jornal i de 2020, ao mesmo tempo que faz uma inteligente campanha publicitária ao papel higiénico da marca "Renova." Assim se faz dinheiro...

Que 2021 seja melhor que 2020. Que o novo ano vos traga tudo o que desejam.

30 de Dezembro, 2020

Feliz Ano Novo - quando as capas de jornais valiam a pena.

Menzine Portugal

Epia8GLXIAAEsvj.jpg(capa Magazina Off Side; 1982)

Ainda sou do tempo dos inocentes anos 80 em que as deliciosas páginas centrais da revista domingueira do CM traziam uma menina de mamas ao léu e as últimas edições anuais da imprensa eram ilustradas com capas ou posters/calendários atrevidos em que desejavam um Feliz Ano Novo aos seus leitores. Na época muita oficina foi decorada por tal adorno. Neste caso a magazine "Off Side" deliciou-nos no ano de 1982 com as famosas e "boas como o milho" Doce. Outros tempos...

 

Que 2021 seja melhor que 2020. Que o novo ano vos traga tudo o que desejam.

FELIZ ANO NOVO.

27 de Dezembro, 2020

Salame de batata frita!?

Menzine Portugal

IMG-20201211-WA0077.jpg(imagem: Brigadeirando)

Desde pequeno que adoro salame de chocolate com bolacha "Maria" partida em pedaços de vários tamanhos. Por esse motivo recebi um email de um amigo - dos tempos de escola - com um link que me dá a conhecer uma nova salame. Fiquei no mínimo surpreendido com a dita salame de edição limitada (estará à venda apartir de hoje, até 6 de janeiro).

A salame é uma reinterpretação com um novo ingrediente que resulta num contraste de sabores de gosto duvidoso para o meu paladar: batatas fritas Lay's Gourmet, partidas em pedaços com a bolacha "Maria" e  envolvidas com o chocolate que tradicionalmente faz parte da receita. No caso chocolate belga da Brigadeirando, que fica no LxFactory em Lisboa.

Creio que vou experimentar a herética salame, para surpreender as Marias da casa. Quem quiser, assim como eu, experimentar e adoçar a Passagem de Ano,  pode fazer a encomenda na loja online - o preço é de 35€. O pedido deve ser feito com 48 horas de antecedência. Boas Festas...

26 de Dezembro, 2020

Que se foda 2020 - vinho branco

Menzine Portugal

4b424d5d4902ea411f7304d27f6e309e-754x394.jpg(imagem: site da marca)

Já por aqui falámos deste vinho na sua versão tinto, entretanto já esgotada, agora chegou a vez do "Que se foda 2020" branco. O novo rótulo mantém as frases e conta uma nova piada: por baixo do nome que ficou viral surge “o tinto” e logo por baixo a explicação: “É o único branco que diz tinto”O vinho escolhido é um Fernão Pires/Chardonnayde de 2019 da Adega da Azueira.

O novo "Que se foda 20202 branco já está à venda no site da marca. Assim como o seu irmão tinto, cada garrafa custa 15€, o pack de três por 42€ ou em caixa com seis por 60€. Se sair como o irmão vai esgotar depressa, por isso, é bom que se despache. O vinho só começará a ser distribuído a partir de 10 de janeiro de 2021. Que 2021 seja melhor que 2020...

23 de Dezembro, 2020

Vinho do Porto: uma tradição de Natal!?

Menzine Portugal

ABERTURA_Grandes-Escolhas-069.jpg

Será Vinho do Porto? Ou Porto do vinho? Que bela dúvida. Mas, a verdade é que a cidade de origem demarcada deste afamado vinho é a Régua e não a cidado do Porto. Esclarecida a origem do Vinho do Porto, vamos ao que interessa. Muitos pensam - erradamente - que vinho do Porto é uma bebida reservada para o Natal, por isso, o Natal é sempre um bom pretexto para beber, comprar ou oferecer Vinho do Porto. 

A diversidade é grande e cada tipo de Vinho do Porto adequa-se a momentos específicos, pelo que o melhor é conhecer o vinho, porque só assim serás capaz de o apreciar em toda a sua plenitude. Pareço um enólogo, mas apenas aprecio o vinho e pouco mais sei, para além da sua história e tipologia, por isso precisei de ajuda para este post. Aqui ficam os tipos de Vinho do Porto Tinto:

As cinco principais cepas utilizadas atualmente na produção de vinhos do Porto tintos são: Tinta Roriz, Touriga Nacional, Touriga Franca, Tinta Cão e Tinta Barroca. Os principais tipos de vinho do Porto tinto são Ruby, Tawny, Tawny 10, 20, 30 e 40 anos, Colheita, Late Bottled Vintage (LBV), Vintage e Single Quinta.

RUBY – Jovens e não safrados, de coloração intensa. Este é o mais simples dos Vinhos do Porto, descansam em madeira por dois a três anos. Não dão para guardar, pois devem ser consumidos cedo.

LATE BOTTLED VINTAGE OU LBV RUBY – Produzido a partir de uvas de uma safra específica e envelhecido em madeira por um período médio de cinco anos.

TAWNY – Mais elegantes do que os Ruby, envelhecidos em madeira por período médio de cinco anos. Apresentam notas de especiarias e frutas secas.

TAWNY 10, 20, 30 E 40 ANOS – Produzidos a partir da mistura de Portos de diferentes safras. O número de anos do rótulo representa a média de idade desses vinhos. Apresentam muita concentração e riqueza de aromas e sabores, notadamente de frutas secas.

COLHEITA – Tawnys produzidos a partir de única safra – normalmente de lotes especiais – e mantidos em madeira por um período mínimo de sete anos.

VINTAGE – Produzidos apenas em safras excepcionais, a partir das melhores uvas, com grande complexidade e longevidade, e engarrafados apenas após dois anos de envelhecimento em madeira. É necessária aprovação do “Instituto do Vinho do Douro e do Porto” para que um vinho ostente a classificação Vintage.

SINGLE QUINTA – Produzidos sob as mesmas normas seguidas pelos Vintage, mas a partir de uvas provenientes de uma única vinha.

Agora, é aproveitar as promoções da época e comprar em função do que se deseja, seja para consumir ou para oferecer. Fica uma sugestão, escolhe um Porto “tawny 10 anos", que é fácil e acessível. Além disso, dá para abrir e guardar. Feliz Natal...

 

PS - um verdadeiro português não compra "Vinho do Porto" com um made in California ou made in Austrália, como tive oportunidade de ver em um supermercado em Madrid.

 

* Post escrito em conjunto com Made in Portugal 560

23 de Dezembro, 2020

Pergunta da semana: Como escolher o bacalhau!?

Menzine Portugal

1864_Bacalhau_Rua-do-Arsenal_07.jpg(foto: DN/Paulo Spranger)

A minha mãe era quem fazia as compras para a casa, mas havia uma coisa, que tinha de ser o meu pai, a escolha do bacalhau para a consoada. Não sei o motivo, mas fiquei com a ideia que o homem da casa é que tem de escolher o fiel amigo para a noite de Natal. Perguntei uma vez ao meu pai - ainda no século passado - qual era o segredo para escolher um bom bacalhau! O senhor meu pai, no alto da sua sabedoria bacalhueira, disse-me algo que nunca mais esqueci: que ao contrário do que as pessoas pensam, o melhor bacalhau, é o bacalhau mais amarelo. Anos mais tarde, quando trabalhava na baixa lisboeta e passava pela Rua do Arsenal via a "montra" do Rei do Bacalhau, o amarelo acastanhado era de facto sempre muito mais caro. Ah, e muito mal cheiroso, caramba. 

Ou seja, o bacalhau tem de ser amarelado e sem manchas. Como escolher o bom bacalhau salgado seco: o bacalhau genuíno éGadus morhua, capturado no Atlântico Norte/Nordest, por norma está escrito na caixa onde dos bacalhaus.

Primeira regra, verificar o extremo da cauda do bacalhau, o do Atlântico-Norte (Gadus morhua), é direita. No que respeita à anatomia do nosso fiel amigo, há que reter também que este tem três barbatanas dorsais. Logo, irá notar-se três cortes no dorso, correspondentes às barbatanas. Pode ainda fazer um teste: segure com firmeza o bacalhau pela “cabeça”, o extremo mais largo, dobre-o formando um angulo de 90 º e solte a cauda. Se ele ficar reto, ou quase reto, é sinal de que está bem curado. Caso contrário, se dobrar, está mal curado e húmido. O que não desejamos.

Estas são as dicas para escolher um bom fiel amigo para a consoada. Feliz Natal...

22 de Dezembro, 2020

Como aumentar rapidamente o nível das armas em Call of Duty

Menzine Portugal

call of d cold war.jpg

Esta estratégia para aumentar o nível de armas aplica-se a Black Ops da Cold War, Modern Warfare e Warzone e fará com que maximizes as tuas armas rápidamente.

Aumentar o nível de armas em Black Ops Cold War e Modern Warfare é um longo trabalho que requer muitas horas de jogo para subir de nível. A maioria dos acessórios oferece enormes vantagens no jogo, então os jogadores geralmente acabam por não usar certas armas em Warzone especificamente até que tenham o supressor monolítico (ou o equivalente da arma Black Ops Cold War). Devido ao longo grind, os jogadores estão a perdee as vantagens de ter as melhores armas no máximo.

Felizmente, foi descoberta uma forma consistente e rápida de aumentar o nível das armas em Warzone que fará com que subas de nível rapidamente. Podemos conseguir passar do nível de arma 3 para o nível de arma 23 em apenas três jogos.

 

A Estratégia para Subida Rápida de Nível

Para fazer a nossa estratégia de subida rápida de nível, vais  necessitar de ter um amigo com contigo para acelerar o processo. Pode fazê-lo sozinho, mas em dupla é a maneira mais eficiente. A partir daqui, entre no modo Warzone Plunder.

Fora do spawn, vais querer que um colega de equipe vá para uma área com um helicóptero, enquanto o outro jogador paira no ar, faz com que o teu companheiro de equipe no solo ative um contrato de Supply Run e depois faz com que o outro jogador aterrre na estação de contrato.

A partir daqui, o primeiro jogador deve subir no helicóptero e continuar a localizar mais contratos de Supply Run enquanto o segundo jogador vai indo completando-os e também procurando outros contratos. A arma que estiverem equipados, quando o contrato for concluído, irá recompensar o XP da arma para ambos os jogadores.

Cada vez que completam um contrato, sobem um nível de arma completo nas classificações anteriores e metade nas classificações superiores. Quando você ficares sem suprimentos, inicia os contratos do Scavenger.

Como estás em Warzone, terá o benefício de ter todos os teus tokens de XP com Arma Dupla de Modern Warfare e Black Ops Cold War. Certifica-te de usar um desses antes de combinar para obter a máxima progressão. Agora joga e sobe o nível das tuas armas...

 

fonte:Treyarch/Charlieintel

 
22 de Dezembro, 2020

Call of Duty: dicas para dominar "The Pines" em Cold War Black Ops

Menzine Portugal

call of duty cold war.jpg

The Pines é um mapa 6 vs 6 brutal com bastante profundidade e uma infinidade de opções sinuosas. Deicxamos algumas  dicas que devem ajudar-te a dominar o shopping. Este mapa em todos os seus aspectos há muitas oportunidades de flanco, rotas acessíveis e abertas e óptimos locais que podes usar para enganar os opositores. É bem organizado, tem uma estrutura fácil de lembrar e um visual fantástico. 

- Tem sempre uma SMG ou Shotgun para as lojas

Existem algumas áreas em The Pines que se ligam entre si, como um pequeno labirinto. Você pode borrifar e orar com o AR de sua escolha ou pode ir para uma dessas seções pré-preparadas.

É bastante útil colocar um Gallo no bolso de trás para  acabar com a corrida desenfreada de alguém. Um MP5 ou Mac-10 também serve.

 - Não tenhas medo de dar a volta no mapa

A fonte e arredores adjacentes são predominantemente o centro de todo o conflito do mapa. Mas The Pines é muito mais. É fundamental que estejas ssempre a correr pelos arredores do mapa, voando pelos depósitos e lojas menos populosas do mapa. É uma ótima maneira de fintar os oponentes e com certeza ganharás algumas mortes no processo.

- Evita a fonte

fonte the pines.jpg

Mesmo que haja muita cobertura passageira na forma de algumas paredes e pilares, estarás sempre exposto aqui. Se o teu K / D for mais importante do que o oxigênio, então definitivamente não recomendamos este ponto.

O principal problema com a fonte é que podes ser facilmente avistado da varanda acima, ou porque estás tão excluído de ficar atrás das paredes que torna mais fácil para alguém vir de um dos muitos cantos e destruí-lo. Caso contrário, uma granada atrevida pode matar-te.

- Sem pontuações aéreas

Às vezes, um mapa interno sólido também tem o custo de algumas das pontuações mais produtivas do jogo. Os mísseis de cruzeiro são fáceis de matar, mas não em The Pines. Assim como o Checkmate, a maior parte do mapa ocorre em um ambiente interno sob um teto reforçado. Portanto, é melhor selecionares rapidamente algumas outras recompensas improvisadas, como a Torre de Sentinela ou a Máquina de Guerra.

- O melhor local no mapa

fonte the pines.jpg

Este pequeno local agradável com vista para a parte principal do mapa é de longe o melhor local para utilizar neste mapa. Ele fornece uma cobertura decente para a parede que estás a observar e que pode revelar inimigos,.

Outro benefício é que se os spawns forem trocados, tu estarás em um local bem escondido na parede e poderás ouvir os passos do inimigo a aproximar-se. Portanto, é muito fácil matar um ou dois oponentes antes de pular e voltar para cima.

 

fonte: Treyarch

21 de Dezembro, 2020

Bolo rei - o doce de natal preferido dos portugueses!?

Menzine Portugal

bolo rei2222.jpg

Segundo um inquérito realizado pelo Facebook no âmbito da campanha #DoceNatalCompreLocal, que pretende sensibilizar para as compras online a negócios locais, durante a época natalícia, o bolo rei é o doce de Natal favorito dos portugueses.

O inquérito realizado na rede social, entre os dias 9 e 15 de dezembro, contou com mais de dois mil participantes, em Portugal Continental e nas Ilhas. Revelou que o tradicional bolo trazido pela Confeitaria Nacional de Lisboa, para Portugal, representa 28% de preferência dos inquiridos. No Norte, foi o doce mais votado com 39%, bem como no Centro e no Sul, com 25% e 32%, respetivamente.

O bolo rei apenas não ganhou na cidade que o deu a conhecer ao mundo, através da Confeitaria Nacional em Lisboa, ficando em terceiro lugar. Os alfacinhas preferem os Sonhos e o Bolo Rainha para celebrar a consoada. A nível nacional a seguir ao bolo rei, ficaram as Rabanadas, os Sonhos, o Bolo Rainha e as Filhóses.

Sendo nós lambões e papa doces, ficamos com a dúvida que seja o preferido... creio que seja o mais comprado. Preferido, duvidamos. Pois todas as mesas de Natal têm um bolo Rei, mas não é mesmo esse, que é o último a ser comido??? Por exemplo, em minha casa há sempre bolo rei, apenas por tradição... mas, ninguém lhe toca. Com uns dias, porque ninguém lhe pegou, come-se tostado com manteiga ou queijo Roquefort. Como doce, é puro lobby da pastelaria portuguesa, digo eu...

 

fonte: facebook

21 de Dezembro, 2020

Que se foda 2020 - é nome do vinho que esgotou em 2 dias

Menzine Portugal

transferir.jpg

Que se foda 2020, é uma frase que muitos pensaram nos últimos meses, mas que poucos ousaram dizer. Mas, esta frase muito pensada e pouco dita ganhou vida em garrafas de vinho que se tornaram um fenómeno de vendas. Em apenas dois dias esgotaram as mil unidades que tinham sido criadas. Está para breve uma segunda edição.

O rótulo foi criado por Francisco Eduardo, 36 anos, que se juntou à Adega da Azueira, da região de Lisboa, para desenvolver este projeto.  No início, quando apareceu o site, e as garrafas com o rótulo “Que se foda 2020”, apareceram pessoas que pensavam que não podia existir um vinho com o nome assim. Outras, pelo contrário, arriscaram e compraram.  Por baixo do nome do vinho, estão escritas mais duas: “Não se assuste com o nome. Que de foda é um vinho do caralho”. 

 

Cada garrafa estava à venda em formato individual por 15€, em pack de três por 42€ ou em caixa com seis por 60€. Mas, já não há mais disponíveis (resta apenas uma). O vinho escolhido é um Syrah de 2017 da Adega da Azueira. Que bela prenda de Natal...

 

PS - todas as referência deste post foram retiradas do site da marca em questão.

Pág. 1/2